Recent Changes

Monday, December 6

  1. page Espaço do Grupo 5 edited ... Última versão da apresentação: {Setor de Cosmeticos.PPT} Última versão do relatório: {Set…
    ...
    Última versão da apresentação:
    {Setor de Cosmeticos.PPT}
    Última versão do relatório:
    {Setor_Cosmeticos.doc}

    Natura
    {http://renatobs.files.wordpress.com/2009/08/natura.jpg}
    (view changes)
    12:05 pm
  2. 12:05 pm
  3. page Espaço do Grupo 5 edited ... VITOR RYITI NAGATA - vitor@sparta.com.br Última versão da apresentação: {Setor de Cosmetico…
    ...
    VITOR RYITI NAGATA - vitor@sparta.com.br
    Última versão da apresentação:
    {Setor de Cosmeticos.pptx}Cosmeticos.PPT}
    Natura
    {http://renatobs.files.wordpress.com/2009/08/natura.jpg}
    (view changes)
    9:57 am
  4. page Espaço do Grupo 5 edited ... Características e tendências da Clientela Como veremos abaixo, a Brasil é o terceiro maior me…
    ...
    Características e tendências da Clientela
    Como veremos abaixo, a Brasil é o terceiro maior mercado de cosméticos do mundo, e crescendo fortemente com o aumento do consumo das classes C, D e E. Além da grande população Brasileira, existe no mercado da Natura uma cultura de uso de cosméticos, que só não é mais difundida pelo baixo poder aquisitivo da população. Com o progresso econômico, os volumes vendidos neste mercado tendem a crescer nos próximos anos. De fato, nos últimos anos o crescimento do mercado tem sido pelo menos 4 pontos percentuais acima do crescimento do PIB
    ...
    crescimento do mercadomercado, o desafio logístico se torne mais complexo. Por outro lado porém, o crescimento econômico também inclui estes pontos mais remotos em cadeias de distribuição e de comunicação nacionais, propiciando melhores ferramentas (correios, transportadoras, conexão com a internet, etc) no mesmo rítmo que os desafios aparecem.
    Além do tamanho do mercado de cosméticos e sua dispersão, o Brasil trás mais um desafio para os players por conta da sua diversidade cultural. Produtos vendidos no sul/sudeste não necessariamente atendem as necessidades de outras regiões, seja por fatores climáticos (os produtos podem precisar de fórmulas diferentes por conta da temperatura ou umidade do ar diferente), seja por gosto (a fragrância que agrada um amazonense nem sempre é a mesma que agrada um carioca), ou até por fatores econômicos, já que em regiões menos abastadas, o consumidor precisará de embalagens menores pois não poderá gastar o mesmo valor com cosméticos que em regiões mais ricas.
    Características e tendências da concorrência
    (view changes)
  5. page Espaço do Grupo 5 edited ... Características e tendências do ambiente operacional do setor Como mencionado anteriormente, …
    ...
    Características e tendências do ambiente operacional do setor
    Como mencionado anteriormente, uma das mais importantes características do setor é sua intrínseca relação com os gostos de seu consumidor final e com as tendências da moda. Nesse sentido, a empresa deve possuir flexibilidade de criação e produção para acompanhar essas naturais variações de tendências. Uma estrutura hierárquica nas equipes de produção, por exemplo, quebram a criatividade e desestimulam o desenvolvimento dos funcionários. Equipes modulares, montadas para cada projeto específico, compostas por pessoas com características mais apropriadas a tal projeto, são as tendências mais visíveis para as empresas do ramo de cosméticos.
    Características e tendências da Clientela
    Como veremos abaixo, a Brasil é o terceiro maior mercado de cosméticos do mundo, e crescendo fortemente com o aumento do consumo das classes C, D e E. Além da grande população Brasileira, existe no mercado da Natura uma cultura de uso de cosméticos, que só não é mais difundida pelo baixo poder aquisitivo da população. Com o progresso econômico, os volumes vendidos neste mercado tendem a crescer nos próximos anos. De fato, nos últimos anos o crescimento do mercado tem sido pelo menos 4 pontos percentuais acima do crescimento do PIB
    A clientela Brasileira também é bastante fisicamente dispersa, espalhada pelos 8,5 milhões de km². Para empresas que tendem a não dispor de redes de distribuição, apostando na venda direta por meio de consultores, existe um grande desafio logístico em fazer o produto chegar à mão do cliente. O gerenciamento e treinamento dos/as vendedores também é um desafio. Neste aspecto, a tendência é que, por um lado, por conta do crescimento do mercado e
    Além do tamanho do mercado de cosméticos e sua dispersão, o Brasil trás mais um desafio para os players por conta da sua diversidade cultural. Produtos vendidos no sul/sudeste não necessariamente atendem as necessidades de outras regiões, seja por fatores climáticos (os produtos podem precisar de fórmulas diferentes por conta da temperatura ou umidade do ar diferente), seja por gosto (a fragrância que agrada um amazonense nem sempre é a mesma que agrada um carioca), ou até por fatores econômicos, já que em regiões menos abastadas, o consumidor precisará de embalagens menores pois não poderá gastar o mesmo valor com cosméticos que em regiões mais ricas.

    Características e tendências da concorrência
    Características
    (view changes)
  6. page Espaço do Grupo 5 edited Espaço Espaço do Grupo Participantes / e-mails BRUNO RIEGER SALZANO - bsalzano@mattosfilho.c…
    EspaçoEspaço do Grupo
    Participantes / e-mails
    BRUNO RIEGER SALZANO - bsalzano@mattosfilho.com.br
    ...
    VITOR RYITI NAGATA - vitor@sparta.com.br
    Última versão da apresentação:
    {Setor Farmacêutico.pptx}de Cosmeticos.pptx}
    Natura
    {http://renatobs.files.wordpress.com/2009/08/natura.jpg}
    (view changes)
    3:27 am

Sunday, December 5

  1. page Espaço do Grupo 3 edited ... D) Oportunidades do modelo por processos: E) Ações para criar o novo modelo: 3. Aspectos Ec…
    ...
    D) Oportunidades do modelo por processos:
    E) Ações para criar o novo modelo:
    3. Aspectos Economicos
    Atual
    O proposto pela FairPlace é de intermediar empréstimos entre pessoas físicas brasileiras em contraponto aos bancos tradicionais que emprestam de capital próprio para pessoas físicas e jurídicas. Esta empresa já nasceu com um modelo econômico bastante inovador em relação aos seus concorrentes de mercado. Neste modelo os riscos são minimizados através de um scoring dos interessados no crédito (igual a um banco tradicional) porém o empréstimo de fato é feito diretamente por investidores interessados naquele caso específico.
    As receitas da empresa são decorrentes de taxas cobradas sobre cada operação bem sucedida e também para a análise do cliente. Dessa forma, a maior parte dos juros cobrados são devolvidos para os investidores, remunerando-os com juros melhores que a maioria das aplicações financeiras tradicionais. Já em caso de atraso, a empresa se responsabiliza por realizar a cobrança, mas caso o cliente entre em default, o prejuízo fica com os investidores daquele empréstimo.
    Futuro
    Este modelo proposto pela FairPlace está evoluindo em vários países e por ser bastante inovador ainda apresenta incertezas sobre seu futuro. As principais questões levantadas na área econômica são a viabilidade a longo prazo da baixa inadimplência, o interesse dos investidores em aplicar o dinheiro em um modelo tão recente e, principalmente, o quanto os órgãos reguladores vão interferir na medida em que este modelo ganha volume.
    Contexto
    O modelo de crédito bancário atual é altamente centralizador (quanto maior o capital social da empresa maior a capacidade de empréstimo) e altamente regulamentado (normas do BACEN e os acordos de Basiléia). Além disso, a aversão ao risco exclui as pessoas de baixa renda e do mercado informal das grandes instituições bancárias. Tudo isso gera um grande contingente de pessoas que necessitam de crédito para alavancar-se mas não possui acesso aos modelos tradicionais.
    Neste contexto, o modelo econômico proposto pela FairPlace é um misto entre os bancos tradicionais e as novas empresas de intermediação que surgiram na internet, com por exemplo MercadoLivre e PayPal. Apesar de na visão final do consumidor o empréstimo está sendo tomado como se fosse de uma instituição financeira qualquer (com o benefício de os juros serem mais baixos), na visão do investidor a figura é outra. Ao invés de ser uma instituição com capital próprio (como requerido por Basiléia), o novo modelo propõe o financiamento direto entre uma Pessoa Física e outra, levando a empresa ao papel de apenas intermediador e não de agente ativo.
    Isso transfere o risco eminente da operação da empresa para o investidor. Como o investimento está distribuído entre muitos investidores e tomadores de crédito, as taxas de perdas são baixas e não geram grandes problemas para nenhuma das partes envolvidas.
    4. Aspectos Economicos
    Atual
    A empresa FairPlace é uma empresa baseada na Web 2.0, que implica em ter bastante interação da empresa com o usuário e entre os usuários. Este site é mantido em parceria com a empresa Dextra, que é uma empresa de desenvolvimento e integração de sistemas corporativos, capacitação tecnológica e consultoria em projetos de software. Além do site, a parte de pagamentos da empresa é feita em parceria com a empresa MoIP que é especializada em gestão de pagamentos pela internet, oferecendo serviços de pagamento e recebimentos realizados na plataforma, a gestão das contas e instrumentos de checagem não-presencial contra fraude.
    Um grande diferencial tecnológico é a parceria que a empresa possui com a Serasa Experian para fornecer o score do cliente. Este score é parte fundamental para o modelo da empresa.
    Futuro
    O futuro da empresa depende significativamente da melhoria de sua infra-estrutura tecnológica. Os modelos de score são fundamentais para reduzir os riscos dos investidores e por isso a interação entre a Fairplace e Serasa devem aumentar muito. O fato de uma informação core ser provida por um terceiro pode representar um risco para a Fairplace e deve ser mitigado através de contratos de exclusividade ou da incorporação da tecnologia.
    Outro aspecto tecnológico a ser considerado no futuro é a evolução da interação pela web. As novas tendências da web como a parte semântica e a integração da web com outros formatos de mídia poderão ser explorados para aumentar a audiência e, consequentemente, os clientes da empresa.

    Novos Links de Notícias! Em especial o do Correio Braziliense e os relatos de usuários que arriscaram no Clube do Pai Rico Fórum!
    [vlima.com - 15/Abr/2010] Fairplace: comunidade de empréstimos
    (view changes)
  2. page Espaço do Grupo 1 edited Espaço Espaço do Grupo Participantes / e-mails ARTUR DUARTE NEHMI - artur.nehmi@spartafund…

    Espaço
    Espaço do Grupo
    Participantes / e-mails
    ARTUR DUARTE NEHMI - artur.nehmi@spartafundos.com.br
    ...
    RAFAEL QUINTEIRO DA SILVA - rafaelqds@gmail.com
    RENATA DE AZEVEDO FURLAN - re.furlan@uol.com.br
    Arquivo abaixo com aspectos jurídicos.
    Herik

    {NME Netmovies rev2.doc}
    Pessoal do Grupo 1,
    (view changes)
    7:43 pm

More